Skip to main content

Ministro do STF nega pedido de soltura do amigo de Robinho

O ministro Kassio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou pedido de soltura feito pela defesa do amigo do ex-jogador de futebol Robinho, Ricardo Rocha Falco. Após decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ele foi preso para

Por admin

13/06/2024 22h30 Atualizado recentemente

O ministro Kassio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou pedido de soltura feito pela defesa do amigo do ex-jogador de futebol Robinho, Ricardo Rocha Falco. Após decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ele foi preso para cumprir, no Brasil, pena de 9 anos por um estupro coletivo cometido na Itália em 2013.

O STJ homologou sentença da Justiça italiana que condenou Falco a 9 anos de prisão. A pena é a mesma estipulada para o amigo, que está preso desde março, na Penitenciária 2 (P2) de Tremembé, em São Paulo.

Os advogados recorreram ao STF, por meio de um habeas corpus no qual pediram para suspender o cumprimento do início da pena no Brasil. Nunes Marques negou.

O crime foi cometido em 2013, em uma boate de Milão, quando Falco acompanhava o jogador brasileiro que, à época, defendia o Milan. Ambos foram condenados pelo estupro de uma jovem albanesa.


Confira também: .

A decisão foi proferida pelo Tribunal de Milão, em 23 de novembro de 2017, e transitou em julgado (quando não cabe mais recurso), em 19 de janeiro de 2022.

Fonte: Metrópoles

Publicado de forma automática pelo integrador de notícias, originalmente foi publicado pelo https://www.polemicaparaiba.com.br

Comentários (0)

Faça seu Login para participar da conversa
Entrar