Skip to main content

Aloysio Nunes deixa PSDB e acusa o partido de atuar como auxiliar do bolsonarismo

Em meio ao lançamento da pré-candidatura à Prefeitura de São Paulo do apresentador José Luiz Datena pelo PSDB, o ex-senador e ex-ministro Aloysio Nunes Ferreira pediu desfiliação da legenda nesta quinta-feira (13). Há mais de 20 anos no par

Por admin

13/06/2024 20h10 Atualizado recentemente

Em meio ao lançamento da pré-candidatura à Prefeitura de São Paulo do apresentador José Luiz Datena pelo PSDB, o ex-senador e ex-ministro Aloysio Nunes Ferreira pediu desfiliação da legenda nesta quinta-feira (13).

Há mais de 20 anos no partido, ele mencionou um acúmulo de divergências com a linha adotada pelo PSDB nos últimos anos e disse ver a sigla como uma “linha auxiliar do bolsonarismo”. Ele também criticou a decisão dos tucanos de lançar José Luiz Datena como pré-candidato à prefeitura de São Paulo, em entrevista a Carta Capital.

“A análise que o PSDB e as suas principais lideranças fazem da situação política, em que se coloca como equidistante entre ‘dois extremos’, me parece um álibi para esconder o alinhamento à direita, até mesmo como linha auxiliar do bolsonarismo”, critica. “O governo Lula não é um governo extremista. Pelo contrário, é um governo de centro-esquerda olhando para a direita.”

Atualmente, Aloysio Nunes trabalha no escritório da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, a ApexBrasil, em Bruxelas, na Bélgica.

Considerado uma das principais lideranças do PSDB, Nunes chegou a enviar uma carta ao presidente do diretório municipal do partido em São Paulo, José Anibal, informando a desfiliação.


Confira também: .

Aloysio já atuou como vice-governador do Estado de São Paulo entre 1991 e 1994 e também como secretário estadual dos transportes metropolitanos, de 1991 a 1993. Foi Ministro Chefe da Secretaria Geral da Presidência da República de 1999 a 2001 e ministro da Justiça, em 2001 e 2002, durante o governo Fernando Henrique Cardoso.

Com informações da Carta Capital

Publicado de forma automática pelo integrador de notícias, originalmente foi publicado pelo https://www.polemicaparaiba.com.br

Comentários (0)

Faça seu Login para participar da conversa
Entrar