Skip to main content

Volta ao trabalho presencial faz aluguel comercial registrar maior valorização desde 2013

A retomada das atividades de trabalho presenciais tem pressionado a demanda por imóveis comerciais em todo o país. O aluguel de salas em empreendimentos corporativos registrou em abril deste ano a maior alta mensal desde 2013, uma valorização acu

Por admin

12/06/2024 10h55 Atualizado recentemente

A retomada das atividades de trabalho presenciais tem pressionado a demanda por imóveis comerciais em todo o país. O aluguel de salas em empreendimentos corporativos registrou em abril deste ano a maior alta mensal desde 2013, uma valorização acumulada de 7,69%, de acordo com os dados mais recentes do índice FipeZAP. Em João Pessoa, o mercado está aquecido, impulsionado pelo retorno das empresas aos escritórios após a pandemia.

Um exemplo disso é o de uma empresa nacional, que na última semana passou a ocupar dois andares inteiros do Eco Medical Sul, no bairro dos Bancários, onde os 210 profissionais do setor de Vendas Online da empresa vão passar a operar para todo o país.

“Facilitou muito para a empresa que o Eco Medical Sul comporte as necessidades de uma instalação imediata. É o caso do piso elevado, que possibilitou que o banco digital se instalasse em apenas 20 dias. Além disso, empresas de tecnologia e profissionais que lidam obrigatoriamente com equipamentos eletrônicos e transações digitais exigem geradores que atendam 100% de todas as áreas do prédio”, explica Leonardo Bronzeado, sócio da Eco Construtora.

Essa é uma tendência que já havia sido antecipada pela pesquisa Catho, na qual foi verificado que 61% das empresas planejam adotar um regime de trabalho 100% presencial ainda este ano. Como efeito, isso tem se refletido na recuperação do setor imobiliário comercial​, que tem se adaptado às mudanças. “As empresas e os profissionais liberais estão procurando espaços bem localizados e modernos, que ofereçam uma infraestrutura adequada para suas operações. Isso tem gerado esse cenário positivo para construtoras e investidores”, reforça Bronzeado.

A Eco Construtora já entregou 626 salas comerciais em João Pessoa em empreendimentos reconhecidos no mercado como o Eco Medical Center, Eco Medical Sul e Eco Business. Os números demonstram que esses empreendimentos corporativos têm experimentado um cenário com retornos financeiros competitivos e estáveis.


Confira também: .

Além da valorização das salas para locação, a rentabilidade dos imóveis comerciais também se destaca, segundo o índice FipeZAP. O retorno médio do aluguel de imóveis comerciais foi de 6,43% ao ano. Este desempenho foi maior que o retorno médio projetado de aplicações financeiras utilizadas como referência no mercado para os próximos 12 meses.

“O que está havendo em João Pessoa neste momento é uma combinação muito bem vinda de valorização e rentabilidade. A retomada do crescimento econômico tem criado um ambiente propício que reforça a confiança no mercado imobiliário comercial como uma alternativa de investimento segura e lucrativa”, explica Bronzeado. Além das iniciativas atuais, as construtoras estão atentas às tendências de mercado, como a crescente procura por espaços flexíveis e modernos.

A volta ao trabalho presencial tem encontrado em João Pessoa um mercado aquecido e modificado. “Estamos sempre explorando novas configurações de espaço que possam ser adaptadas rapidamente às necessidades dos nossos clientes, garantindo que estejam preparados para futuras mudanças no ambiente de trabalho em constante transformação”, conclui Leonardo Bronzeado.

Publicado de forma automática pelo integrador de notícias, originalmente foi publicado pelo https://www.polemicaparaiba.com.br

Comentários (0)

Faça seu Login para participar da conversa
Entrar