Skip to main content

Registro mais antigo sobre a infância de Jesus é encontrado em manuscrito

A cópia mais antiga com registro de uma história de Jesus realizando um “milagre” em sua infância foi descoberta em um manuscrito de papiro, um material que antecede o papel, de cerca de 2 mil anos. Os pesquisadores acreditam que a esc

Por admin

12/06/2024 09h40 Atualizado recentemente

A cópia mais antiga com registro de uma história de Jesus realizando um “milagre” em sua infância foi descoberta em um manuscrito de papiro, um material que antecede o papel, de cerca de 2 mil anos. Os pesquisadores acreditam que a escrita foi feita entre os séculos IV e V no Egito e era parte de um exercício escolar ou uma comunidade religiosa. O achado foi feito na biblioteca da Universidade Humboldt de Berlim, na Alemanha, publicado no último dia 4 de junho e informado pelo jornal britânico “Daily Mail”.

O papiro mede 5 por 10 centímetros e conta uma história popular do Evangelho da Infância de Tomé. O relato fala da “vivificação dos pardais”, também conhecida como o “segundo milagre”, de quando o Messias, com 5 anos, teria transformado pombos de barro em pássaros vivos.

“Acreditávamos que era um documento do dia-a-dia, como uma carta ou uma lista de compras, porque a escrita parecia tão desajeitada”, afirmou o dr. Lajos Berkes, pesquisador da faculdade de teologia da universidade alemã, até que a equipe percebeu um detalhe que mudou tudo. “Nós reparamos a palavra ‘Jesus’ no texto. Então, comparando com vários outros papiros digitalizados, o deciframos letra por letra e concluímos que não se tratava de um documento qualquer”, disse.


Confira também: .

O Evangelho da Infância de Tomé descreve a vida de Jesus dos 5 aos 12 anos e foi escrito durante o século II como uma forma de preencher as lacunas a respeito desta época da sua vida. No entanto, ela foi omitida da Bíblia por ser considerada inautêntica.

O Dia

Publicado de forma automática pelo integrador de notícias, originalmente foi publicado pelo https://www.polemicaparaiba.com.br

Comentários (0)

Faça seu Login para participar da conversa
Entrar