Skip to main content

Dedo enorme de 40 cm pode provar existência de ‘gigantes’ no passado

Um enorme dedo mumificado de quase 40 centímetros pode provar a existência de ‘gigantes’ que viviam no Antigo Egito . A lenda é debatida com mistério e analisada por historiadores da região. Tudo começou no ano de 1988, quando o a

Por admin

12/06/2024 20h50 Atualizado recentemente

Um enorme dedo mumificado de quase 40 centímetros pode provar a existência de ‘gigantes’ que viviam no Antigo Egito . A lenda é debatida com mistério e analisada por historiadores da região.

Tudo começou no ano de 1988, quando o aventureiro Gregor Sporri encontrou pela primeira vez o dedo de 38 centímetros decepado enquanto viajava de férias ao Egito para explorar naufrágios e examinar a energia cósmica da Grande Pirâmide de Gizé.

A descoberta aconteceu após Sporri conhecer Najib, descendente de uma família de ‘ladrões de túmulos’. De acordo com o site What’s The Jam, Sporri, que na época tinha 33 anos, morava na pequena vila agrícola de Bir Booker, localizada entre Cairo e Alexandria.


Confira também: .

Najib disse que seus ancestrais desenterraram o objeto mumificado no deserto há muitos anos. Ele alegou que o item foi visto por poucas pessoas, e cobrou US$ 300 para apresentá-lo a Sporri, que prontamente topou a oferta.

Publicado de forma automática pelo integrador de notícias, originalmente foi publicado pelo https://www.polemicaparaiba.com.br

Comentários (0)

Faça seu Login para participar da conversa
Entrar