Skip to main content
menu

Cesta Básica sem imposto: proposta de Aguinaldo Ribeiro busca reduzir custos para os brasileiros

O deputado federal Aguinaldo Ribeiro defendeu nesta segunda-feira (10) o conceito da criação da Cesta Básica Nacional de Alimentos, com produtos isentos de impostos, proposta de sua autoria durante a Reforma Tributária: “Que atenda os interesse

Por admin

10/06/2024 17h45 Atualizado recentemente

O deputado federal Aguinaldo Ribeiro defendeu nesta segunda-feira (10) o conceito da criação da Cesta Básica Nacional de Alimentos, com produtos isentos de impostos, proposta de sua autoria durante a Reforma Tributária: “Que atenda os interesses dos brasileiros, sobretudo os mais necessitados, com justiça social e até mesmo humanitária”.

O tema foi debatido por Ribeiro durante um evento com as principais lideranças dos setores da cadeia nacional de abastecimento, em Brasília. A iniciativa, que deve ser regulamentada por uma lei complementar, tem o objetivo de aliviar, sobretudo, o orçamento dos brasileiros mais vulneráveis.

“Foi um momento histórico quando concebemos a cesta básica nacional. Diziam que a reforma iria impor ao brasileiro que mais precisa um custo alto, sobretudo na cesta básica. Mas, ao contrário disso, como relator, comuniquei ao ministro Haddad que iria fazer uma cesta básica de verdade, justa e que fosse capaz de atender o interesse dos brasileiros. Desta forma, zeramos a cesta básica. E eu me permito estar muito à vontade para defender aquilo que pensamos: numa cesta básica que atenda todos os brasileiros, em especial os mais necessitados”, afirmou.

Ao ser questionado se a cesta vai incluir proteína em sua lista, Aguinaldo garantiu:


Confira também: .

“Não se pode pensar numa cesta básica sem pensar em proteína. Agora, é claro que isso vai ser construído com os líderes, com os parlamentares que estão dentro do grupo de trabalho. Tenho certeza que vamos ter o consenso de todos para chegar a esse senso comum”.

Fonte: Polêmica Paraíba
Créditos: Polêmica Paraíba

Publicado de forma automática pelo integrador de notícias

Fonte de notícias: https://www.polemicaparaiba.com.br

Comentários (0)

Faça seu Login para participar da conversa
Entrar