Skip to main content
menu

“Jurei que ia morrer”, diz jovem que ficou 4 dias em poço de 25 metros

Jeferson Gabriel Gomes, jovem que caiu em buraco em Santo André Arquivo pessoal O jovem de 19 anos que caiu em um poço e ficou quatro dias desaparecido em Santo André, no ABC paulista, relatou ao Metrópoles ter acreditado que não sairia vivo do

Por admin

07/06/2024 07h40 Atualizado recentemente

O jovem de 19 anos que caiu em um poço e ficou quatro dias desaparecido em Santo André, no ABC paulista, relatou ao Metrópoles ter acreditado que não sairia vivo do local.

Jeferson Gabriel Gomes (foto em destaque) foi resgatado na manhã dessa quarta-feira (5/6). Ele teve fraturas no tornozelo e no joelho e foi encaminhado ao Hospital Central da cidade.

De acordo com estimativa da Guarda Civil Municipal (GCM), o buraco em que o rapaz caiu tinha 25 metros de profundidade.

“É inacreditável o que aconteceu. Foi desesperador. Eu jurava que não ia sair mais vivo de lá. Fiquei pensando na família e na minha casa”, diz Jeferson. “Fiquei durante os quatro dias gritando o mais alto que podia. Até que ontem eu escutei os guardas chegando e comecei a gritar mais. Aí conseguiram me achar no posto”.

O jovem afirma que não havia sinal de celular no buraco e, por isso, não conseguiu pedir ajuda. “Não tinha nada para fazer, porque não tinha sinal. Eu só sentava lá, do jeito que podia, porque era bem estreito, e ficava com um turbilhão de pensamentos na cabeça”, diz.


Confira também: .

Jeferson afirma que caiu no buraco enquanto fazia uma trilha. Ele costumava ir ao local para “contemplar a natureza” e já havia percorrido a mesma trilha anteriormente.

“Era um lugar muito familiar para mim, eu nunca imaginei que teria esse poço escondido lá e que eu cairia lá dentro e ficaria preso. Eu entrei na trilha, fui até o final e, na volta, não vi o buraco e caí nele. É uma trilha que eu já tinha feito, eu conhecia”, diz.

Em razão das lesões, Jeferson não poderá prestar uma prova na Escola Técnica Estadual (Etec) Júlio de Mesquita, em Santo André, para ingressar no curso de veterinária.

“Infelizmente, é uma decepção muito grande para mim, porque era um curso que eu queria. Só que agora eu tenho que erguer a cabeça, continuar estudando e seguir em frente.”

O jovem deve ser submetido a cirurgias, que, segundo a equipe médica, devem ocorrer a partir de segunda-feira (24/6).

Com metrópoles.

Comentários (0)

Faça seu Login para participar da conversa
Entrar