Skip to main content
menu

Em Sumé: primeiro dia de eliminatórias do 7º Festival de Música da Paraíba seleciona sete finalistas e apresenta show de Luciene Melo

A cidade de Sumé recebeu na noite dessa sexta-feira (31) o primeiro dia de eliminatórias do 7º Festival de Música da Paraíba, no qual 15 dos 30 intérpretes selecionados subiram ao palco montado na Praça José Américo, no Centro, para apresent

Por admin

03/06/2024 07h05 Atualizado recentemente

A cidade de Sumé recebeu na noite dessa sexta-feira (31) o primeiro dia de eliminatórias do 7º Festival de Música da Paraíba, no qual 15 dos 30 intérpretes selecionados subiram ao palco montado na Praça José Américo, no Centro, para apresentar as canções competidoras. A noite contou também com show da cantora de forró Luciene Melo. A segunda noite de eliminatórias acontece neste sábado (1º) e encerra com show de Ton Oliveira. 

Das 15 músicas selecionadas que foram apresentadas, sete foram escolhidas pelos jurados para irem para a etapa final: ‘Outros Sertões’, de Pablo Menezes e Caio César; ‘Lamento é mato’ de S. Turmalina; ‘Vamos viver o agora’, de Ronney Araújo e Júlia Regina; ‘Do paraíso da acácia’, de Raul Marques interpretada por Marinaldo Lyra; ‘Negro poder’, de Ana Regina Limeira e Sandra Belê, interpretada por Afrosonoro; ‘Doce de coco’, de Tathy Martins interpretada junto com Erik Pronk; e ‘Odé,’ de Laíz De Oyá e Dani Baldissera. 

A cidade foi escolhida para sediar as eliminatórias do evento por ser terra natal do cantor e compositor Zé Marcolino, homenageado da edição junto com Cátia de França. O Festival é uma realização do Governo do Estado da Paraíba, por meio da Empresa Paraibana de Comunicação (EPC), da Fundação Espaço Cultural (Funesc) e da Secretaria de Estado da Comunicação Institucional (Secom), em parceria com a Prefeitura de Sumé e apoio da PBGás. 

Na abertura, o prefeito da cidade, Éden Duarte Pinto de Sousa, falou da importância do evento para a cidade e região, e da honra de receber o Festival em homenagem a um ilustre filho da terra como Zé Marcolino. Também destacou que o governador João Azevêdo acerta na política de interiorização das ações de cultura, marca forte da sua gestão. 


Confira também: .

A diretora-presidente da EPC, Naná Garcez, evidenciou a importância da homenagem a Zé Marcolino como forma de conhecer sua história e valorizar o seu legado para a cultura nordestina e brasileira. Se disse realizada por saber da função cumprida enquanto gestora pública ao ver a alegria do público e a performance de cada apresentação no palco, e agradeceu a parceria com a Prefeitura da cidade e a realização por mais um ano com a Funesc. 

Bia Cagliani, presidente da Funesc, ressaltou que está entre os objetivos da instituição alcançar o maior número de cidades do Estado e dialogar com os municípios na construção de iniciativas culturauis, a exemplo do que está acontecendo em Sumé, ao tempo que agradeceu à Prefeitura e ao público pelo apoio aos artistas. 

A programação segue neste sábado (1º) com apresentação de mais 15 classificados e seleção de mais sete finalistas. Dos que participaram das eliminatórias nos dois dias, 14 vão para a fase final que será no dia 9 de junho, no Espaço Cultural, em João Pessoa. A votação popular acontecerá no site do festival, de 2 a 9 de junho, até a execução da última música da etapa final. 

Serão pagos R$ 30 mil em prêmios, sendo R$ 10 mil para a música vencedora; R$ 7 mil para a segunda colocação; R$ 5 mil para o terceiro lugar. Melhor Intérprete recebe R$ 3 mil e a música escolhida pela votação popular on-line leva R$ 5 mil. 

Comentários (0)

Faça seu Login para participar da conversa
Entrar