Kremlin nega ‘categoricamente’ assassinato de civis em Bucha, na Ucrânia

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, afirmou nesta segunda-feira (4) que o governo da Rússia nega e rejeita “categoricamente” a acusação de autoria no assassinato de centenas de civis em Bucha, cidade nos arredores de Kiev, onde a Ucrânia diz ter encontrado mais de 400 mortos após tropas russas deixarem a região.

Peskov alegou que os fatos e a cronologia do que aconteceu “não sustentam a versão da Ucrânia”. Ele acusou Kiev de “montar” um cenário no local, e disse que especialistas russos detectaram várias cenas falsas e edições em vídeos do local divulgados por Kiev.

O porta-voz pediu ainda que líderes da União Europeia e Estados Unidos ouçam todas as versões “antes de fazer um julgamento”.