Variante Delta do coronavírus é 40% mais transmissível

A variante Delta, identificada pela primeira vez na Índia, pode ser cerca de 40% mais transmissível do que o coronavírus padrão. A afirmação é do ministro da Saúde do Reino Unido, Matt Hancock, ao dizer que isso torna as decisões do governo sobre a redução das restrições na Inglaterra em 21 de junho “mais difíceis”.

De acordo com o The Guardian, essa variante havia sido avaliada entre 30% e 100% mais transmissível do que a chamada variante Alfa, a primeira identificada no mundo e que era chamada de variante do Reino Unido. Com base em informações mais recentes, o ministro garantiu que o percentual é de 40%.

+ Variante Delta do coronavírus é dominante no Reino Unido e pode aumentar risco de hospitalização

Com 60,6% da população vacinada com as duas doses dos imunizantes e 41,8% com a primeira dose, a Inglaterra começa agora a vacinar os menores de 30 anos e a expectativa é de redução nas restrições a partir de 21 de junho. No entanto, diante do novo cenário, o secretário de saúde disse que é possível que o programa de reabertura seja adiado ou que algumas regras sejam mantidas.

Com boa parte da população vacinada, o Reino Unido viu o número de mortes despencar para apenas uma morte diária, mas o número de casos está subindo, com 5.683 casos diários.

Os dados mostram que a imunização tem funcionado e contribuído para reduzir o número de casos graves da doença. Além disso, o ministro destaca que a maioria das internações é de pessoas que ainda não foram vacinadas.