Nordeste é o estado que mais deu medalhas para o Brasil nos jogos olímpicos de Tokyo

O Brasil conseguiu ultrapassar um recorde em número de medalhas nessa última olimpíada, chegando a 7 Ouros, 4 Pratas e 8 Bronzes. Atualmente ocupando a 12º posição no rank de medalhas.

Um levantamento feito pelo Agora Cariri apontou que das seis medalhas de ouro do Brasil, quatro foram conquistados por pessoas nascidas na região nordeste, são elas:

  • Ítalo Ferreira, surfe (Rio Grande do Norte)
  • Ana Marcela Cunha, maratona aquática (Bahia)
  • Isaquias Queiroz, canoagem (Bahia)
  • Hebert Conceição, boxe (Bahia)
  • Matheus Cunha, Futebol (Paraíba)
  • Aderbar dos Santos, Futebol (Paraíba)

Treinadora alemã é expulsa de Tóquio 2020 após ser flagrada dando soco em cavalo no pentatlo

Kim Raisner, treinadora alemã do pentatlo moderno, foi expulsa das Olimpíadas de Tóquio após ser flagrada dando um soco no cavalo de Anikka Schleu, amazona da Alemanha que disputava a prova.

No pentatlo moderno, na prova de hipismo, os atletas têm vinte minutos para se acostumar com um cavalo nunca usado por eles. A alemã teve muita dificuldade para controlar Saint Boy, e o tratamento ao cavalo levantou questionamentos na internet.

Na imagem, é possível ver a atleta alemã chorando por não conseguir fazer o percurso com Saint Boy, que ficou estressado com o tratamento recebido. Depois de não completar a apresentação no hipismo, Schleu, que terminou em quarto na Rio 2016, acabou a competição na 31ª posição.

A União Internacional do Pentatlo Moderno condenou a ação da alemã e anunciou a punição.

– A UIPM deu um cartão preto para a treinadora alemã Kim Raisner, desclassificando ela do restante de Tóquio 2020. As imagens mostram Raisner acertando o cavalo montado por Anikka Schleu com um soco – informou a organização.

Paraibanos conquistam medalha de ouro após Brasil vencer a Espanha na final das Olimpíadas

O Brasil é bicampeão olímpico no futebol masculino. Após um jogo disputado com muito ataque, faltas e troca de jogadores, o time conseguiu fazer dois gols em cima da Espanha e conquistar a medalha para o país. O duelo aconteceu no Estádio de Yokohama, no Japão.

O gol da vitória veio no segundo tempo da prorrogação com Malcon. O primeiro foi do paraibano Matheus Cunha que abriu o placar do no jogo neste sábado (7). Antony ganhou no contra-ataque, deu lançamento primoroso para Malcon, que ganhou na força, na categoria.

O jogo foi acirrado, com muita disputa de bola e marcação de faltas. Richarlison é o jogador que mais fez faltas na primeira etapa: foram três. Ele tem cartão amarelo. Ele também perdeu um pênalti batendo muito mal, por cima do gol.

A Espanha pressiona a saída de bola, mas comete algumas faltas. Outro grande nome foi o goleiro Santos, paraibano de Cabaceiras, que brilhou na partida.

A alegria veio com o cruzamento de Claudinho, quando Daniel Alves escorou do outro lado, Cunha ganhou no meio de três e finalizou com muito estilo. É camisa 9 da seleção.

Já no segundo tempo, o capitão do time espanhol Oyarzabal empatou para o time após um passe de Soler que avançou nas costas de Arana, cruzou na outra ponta. Por trás de Daniel Alves, o capitão Oyarzabal bateu de primeira e fez bonito: 1 a 1.

De Olho no Cariri

Mais PB