Plenário da Câmara analisa PEC do voto impresso

A Câmara deve votar nesta terça-feira (10) a proposta de emenda à Constituição (PEC) do voto impresso. A proposta foi pautada pelo presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), mesmo após a comissão especial derrotar o parecer favorável ao texto.

Apesar de rejeitada na comissão, o regimento permite que o presidente da Casa leve o texto para manifestação do plenário.

Os 513 deputados vão analisar a proposta de emenda à Constituição com os relatórios elaborados pela comissão. Para ser aprovada, a PEC precisa dos votos de 308 deputados. A expectativa, no entanto, é que o texto seja rejeitado, ou seja, não alcance o apoio necessário e acabe arquivado.

A proposta, de autoria da deputada Bia Kicis (PSL-DF), prevê a impressão de votos nas eleições, referendos e plebiscitos.